Melhore seus anúncios de imóveis para aumentar a qualidade dos contatos

Uma pessoa bem informada sobre o imóvel que está vendendo ou alugando é fator crucial para elevar as chances dele tornar-se um cliente. A informação gira no nível da descrição do imóvel, qualidade das fotos e do quão completa está a ficha do imóvel.

O fato que não se pode mais lutar contra é: o cliente está mais inteligente com a internet. Logo, ocultar informações para “forçar” o contato é tolice. Pode até gerar resultado – no sentido de gerar contato, mas estes que nem sabem o preço do imóvel serão de qualidade? Se ele não sabe quanto custa, como poderia saber se tem condição de comprar e que, em outras palavras, como saberia se pode vir a se tornar seu cliente?

O mesmo acontece com outros pontos. Colocar apenas uma foto é um erro, felizmente, já não mais tão comum assim. O que perdura em relação às imagens ainda é a baixa qualidade da foto – tanto no quesito resolução como seleção (o que diz respeito ao enquadramento, luminosidade, relevância da foto, ângulo, etc.)

Sendo mais direto e “organizado”. Veja na lista abaixo os pontos que destacamos para ter um anúncio mais completo e que possa atrair interessados com mais chances de serem convertidos em venda.

 

Indicadores de qualidade de um anúncio de imóveis

O trabalho sobre a qualidade do anúncio de um imóvel deve ter um único motivo que é o de fornecer a maior variedade e qualidade informação para ajudar seu cliente a chegar até você com uma segurança e clareza sobre o que ele acabou de ver. Seu anúncio precisa gerar interesse em visitar o imóvel, querer falar com você de verdade e não somente entrar em contato por uma informação omissa ou que passou batida na hora da captação.

  1. Localização

    Este é um tabu no mercado ainda por conta da concorrência entre imobiliárias e corretores. Mas precisa ser superado por um único, importante e exclusivo motivo: seu cliente. Ele precisa saber onde o imóvel está localizado para ajudar no seu processo de decisão. Enquanto as fotos proporcionam uma imersão no imóvel, o endereço preciso faz com ele a pessoa visualize sua rotina na região. O Oba ainda ajuda este cliente mostrando pontos de interesse próximo ao imóvel.
    Logo, se você só coloca o nome do bairro, não poderíamos fornecer esta qualidade de informação e o cliente sentiria-se “perdido” no mapa e, talvez, gerando um contato apenas pela curiosidade de saber onde fica o imóvel na esperança que seja em um lugar que ele gostaria de morar.

  2. Descrição

    Este é o espaço para você vender a ideia do imóvel, de ser mais humano e descritivo de fato. Use este campo para ajudar seu cliente a entender coisas que as fotos não poderiam dizer e que a “frieza” dos dados da ficha do produto não podem proporcionar.
    Sim, estou quase falando sobre “descrever” com emoção o imóvel, falar para as pessoas como é bom morar ali naquele apartamento, viver com aquele jardim de grama verde ou da facilidade de deslocamento que a família terá morando ali. Faça com que a pessoa se sinta no imóvel.
    Pode parecer tolo dizer, mas é muito certo: busque ler mais livros para desenvolver esta capacidade de “contar histórias” que toquem as pessoas.
    E, muito importante, fuja daquela velha descrição que repete informações da ficha e que utiliza abreviações e jargões de mercado. Por favor. O tempo dos classificados em jornal já se foram!

  3. Fotos

    Comentamos um pouco sobre as fotos no início do texto e serei mais direto agora.
    Elas precisam mostrar o imóvel com clareza e objetividade. Logo, fotos de cantos que não revelam o cômodo como um todo não agregam muito. O mesmo acontece com fotos com baixa luminosidade que transformam um imóvel bonito em uma catacumba sombria e sem vida – é preciso abrir janelas e ligar as luzes.
    Outro fator que torna o anúncio mais agradável é ter uma quantidade moderada de fotos, para isto uma seleção criteriosa é necessária. Tente em poucas fotos mostrar todo o imóvel – isso exige que você consiga trabalhar bem o seu posicionamento com a câmera para fotografar. Desta forma não se torna cansativo ao ver fotos sem muito sentido ou que aparentam ser repetidas. Em resumo, não é a quantidade de fotos de detalhes, mas a qualidade das fotos que apresentam mais detalhes em poucas imagens.
    Indicamos aqui um curso de fotografia imobiliária que o Diego Ramos ministra por todo o Brasil. Vale a pena o investimento.

  4. Ficha completa

    Sua imobiliária certamente usa um software imobiliário para fazer a gestão dos imóveis. Nele, quem faz a captação deveria preencher todas as informações possíveis que tomou nota durante a visita ao imóvel e entrevista com o proprietário vendedor.
    Quando estes dados saem do software e chegam ao site da imobiliária ou aos portais, como o Oba, o nível de informação que você leva ao seu cliente é determinante para que gere clareza. Um cliente seguro sobre o que está solicitando contato é um cliente mais maduro com maior potencial de conversão. Sendo bem direto, ele já vai chegar até você sabendo bastante sobre o imóvel ofertado que lhe interessou e o que restará ao seu corretor de imóveis fazer é vender – e uma venda consultiva é muito mais do que dizer “aqui é o quarto, aqui é o banheiro com pia em granito, essa garagem é pra dois carros, o preço é X”. Estas coisas pessoa tem que chegar até ele sabendo e você tem que sanar as dúvidas da venda em si, não da escolha estrita do cliente.

Um comentário em “Melhore seus anúncios de imóveis para aumentar a qualidade dos contatos”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s