Demarcar terrenos com o Google Earth e outras possibilidades para sua imobiliária

Imobiliárias precisam trabalhar cada vez mais com inteligência em tempos de crise e de alta competitividade. Usar as ferramentas certas nesta “batalha” dará certa vantagem a sua força de vendas e sua estratégia. O Google Earth pode ajudar você em diversos pontos, como demarcar áreas de terras e terrenos, controlar no mapa onde estão os imóveis, gerenciar as captações de membros da equipe, vendas, etc.

Neste guia ensinaremos você a fazer isto e dar esta vantagem para sua equipe e sua imobiliária.

 

Baixando e Instalando o Google Earth

Para baixar o Google Earth acesse https://www.google.com.br/intl/pt-BR/earth/ e clique em “Baixar o Google Earth”, como apontado na imagem abaixo, e após isto, clique em “Concordar e fazer download”.

1-download-google-earth.jpg

Ele baixará um arquivo pequeno. Basta abrir ele e o download completo se iniciará sozinho, assim como sua instalação.

2-instalacao-google-earth.jpgQuando concluída a instalação ele já abrirá diretamente no programa uma janela de dicas, a qual você pode fechar, e terá a visão abaixo – do planeta terra como um todo!

3-visao-google-earth.jpgMas vamos direto ao que importa: demarcar terrenos, colocar marcações e ver topografia de determinadas regiões.

 

Demarcando terrenos e área de imóveis

Essa é uma das melhores funções para imobiliárias, pois permite que você coloque no mapa os limites de um terreno – independente se existe um imóvel sobre ele ou não. Você poderá usar este recurso para enviar para seus clientes ou em apresentações, por exemplo. Veja algumas formas a mais para usar:

  • delimitar um terreno à venda;
  • delimitar a área onde será construído um empreendimento;
  • demarcar os limites da área total de um imóvel;
  • apresentar a estrutura de lotes de uma nova rua ou bairro.

Agora vamos para a parte prática!

 

Encontre o endereço

Primeiro passo é encontrar o endereço do local onde está o imóvel que quer demarcar. Fácil é rápido. Basta fazer a pesquisa pelo endereço no campo à esquerda superior da tela e pressionar “enter”. Então o mapa vai dar zoom e centralizar no imóvel.

4-pesquisando-endereco.jpg

Criando um polígono em torno do imóvel

Agora é hora de delimitar de fato a área do imóvel ou terreno. Para isto você vai usar a ferramenta “polígono” existente na barra superior do Google Earth. Onde indicamos na imagem abaixo.5-adicionar-poligono.jpg

Clicando sobre o ícone do polígono você inicia a etapa de configurar e criar de fato o “desenho” sobre o terreno que quer demarcar. Primeiro dê um nome adequado à demarcação que está fazendo, como na imagem abaixo.6-criando-o-poligono-do-local.jpg

Agora é preciso ajustar as cores e o modo com que a demarcação aparecerá no mapa. Você ajustará a borda e o preenchimento do polígono. Siga na imagem abaixo a configuração que fizemos como uma recomendação de uso.

7-ajuste-de-borda-e-preenchimento-do-poligono.jpg

Agora chega a hora de demarcar de verdade!

Sem fechar a janela (nem no Ok, nem no Cancelar, nem no “x”), vá para o mapa com o mouse e verá que o cursor do mouse se torna um “alvo”.

Clique em cada canto do terreno para demarcar sua área exata. Se precisar ajustar algum “canto” do polígono basta ajustar com o mouse, clicando e arrastando para o melhor ponto. No exemplo que fizemos, a demarcação ficou assim

8-poligono-pronto.jpg(nota: não sabemos como é realmente este terreno, tampouco se está à venda, usamos ele somente como exemplo)

Concluindo o polígono, aí sim, clique em OK e ele ficará no mapa.

 

Editando e organizando suas demarcações

Após criar uma ou mais demarcações, você poderá ajustar elas, caso queira mudar alguma cor, adicionar alguma outra informação, etc.

É simples. À esquerda da tela ficarão seus polígonos criados. Clique com o botão direito do mouse sobre o que deseja alterar e depois clique em propriedades (com o botão esquerdo). Aí abrirá novamente a tela que vimos antes.

9-editando-o-poligono-salvo.jpg

O melhor de tudo é que você poderá organizar seus locais (o que inclui marcações e polígonos) em pastas. Abaixo tem algumas ideias de tipos de pastas que você poderá criar para organizar estas informações:

  • captações de um mesmo corretor;
  • por status de negociação (à venda, vendido, em negociação, etc);
  • por bairro;
  • por gerente, equipe, filial, etc.
  • por tipo de imóvel (apartamento, casa, terreno, etc.);
  • por operação (venda/aluguel).

Dica: se você utilizar pastas para organizar algo que não tenha “evolução”, como status, utilize cores diferentes para cada tipo de marcador e demarcação. Vermelho para “apartamento”, verde para “terreno”, azul para “casa”, etc. Assim verá no mapa completo e poderá ter uma noção da diversificação e quantidade em cada um. O que é interessante para acompanhar volume de vendas de uma equipe ou captações de um corretor (mais marcadores da cor “amarela” quer dizer que o corretor Aurélio Bueno vendeu mais, por exemplo.

Para criar as pastas e organizar também é um passo simples. Clique com o botão direito sobre “Meus lugares” e acompanhe na imagem abaixo:

10-criar-pasta.jpg

Feito isto, uma janela para atribuir o nome à pasta aparecerá. Apenas adicione o nome que deseja (usamos “Terrenos” como exemplo) e clique OK. Depois arraste a demarcação criada antes para dentro desta pasta.

11-arrastar-pasta.jpg

 

Salvando como imagem 

Quando você precisar de uma imagem para a demarcação ou marcador, ou para várias também, basta seguir os passos abaixo e depois usá-la em uma apresentação, colocar no site, adicionar à ficha do imóvel, apresentar na reunião (no caso de vários imóveis ou terrenos, por exemplo).

12-salvando-imagem.jpg

 

E a imagem salva ficará assim, como na imagem abaixo:13-imagem salva.jpg

Criando marcadores para imóveis

Você também pode controlar imóveis diretamente no mapa. E seguir os critérios de organização que comentamos antes (por equipe, por corretor, por status, etc.).

O processo de criar um marcado é similar ao da demarcação, porém mais simples ainda. Basta pesquisar pelo endereço exato, clicar sobre o ícone do marcador, atribuir um nome ao local (colocamos um exemplo usando o “código do imóvel” que a imobiliária usa) e depois posicionar o marcador no mapa no endereço exato.14-adicionando-marcador.jpg

Ainda poderá escolher um ícone diferente para cada marcador que criar, isto será interessante para deixar mais facilmente identificável a organização que estiver usando. Por exemplo, todos os apartamentos terão um marcador amarelo com estrela, ou ainda todos os que estiverem com o status de “fechamento” serão vermelhos com a letra D.15-marcado-diferente.jpg

E o marcador ficará assim, como na imagem abaixo. Observe à esquerda como fizemos a organização das pastas.16-marcador-no-mapa.jpg

 

Alguma dúvida?

Se você tem alguma dúvida ainda sobre como usar o Google Earth para sua imóbiliária gerenciar melhor imóveis e equipes, envie um email para vagner@oba.com.br ou comente aqui neste post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s